segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Mulher que possui gato tem maior chance de cometer suicídio

O maior estudo já feito de toxoplasmose e suicídio encontrou uma forte correlação entre este parasita e tentativas de suicídio: mulheres infectadas pelo parasita tem uma vez e meia mais chances de cometer suicídio.
ACOMPANHE NOSSOS ARTIGOS

Toxoplasma gondii

O T. gondii é um parasita que vive no intestino dos gatos. Como parte do ciclo de vida, seus oócitos são eliminados com as fezes, onde vão contaminar ratos e induzir comportamento suicida nos mesmos: o animal passa a não ter medo de gatos e a sentir atração pela urina dos seus inimigos.
Mas o parasita pode infectar o ser humano também. O contágio pode acontecer ao trocar a caixa de areia dos gatos, comer verduras não lavadas, beber água contaminada ou, o que é mais comum, comendo carne crua ou mal-passada infestada com cistos. Outra forma de contágio é usar uma faca para cortar carne contaminada e depois, sem lavar a faca, cortar as saladas ou outro alimento que não será cozido o suficiente para eliminar os cistos.
Mas a forma mais traiçoeira de contágio se dá entre mãe e filho, na gravidez. Por isto se pede às mães que evitem tocar na caixa de areia dos bichanos.
Cerca de 67% da população brasileira, e mais da metade da população mundial, está infectada pelo parasita, e não sabe.
No corpo da vítima, o parasita vai para os músculos e para o cérebro, onde, apesar de não causar nenhum sintoma que denuncie a infestação, parece estar associado a alterações de comportamento e esquizofrenia. Está explicado a fama das solitárias “loucas donas de milhões de gatos?”.

Suicídio e Toxoplasmose

O primeiro estudo que teve sucesso em apresentar uma ligação entre o parasita e o comportamento suicida foi feito pelo doutor Teodor Postolache, em 2009, e agora ele está colaborando com pesquisadores dinamarqueses e alemães, em um estudo com 45.000 mulheres na Dinamarca.
A pesquisa não explica como o parasita causa o comportamento suicida, ou se ele realmente o causa, mas há uma correlação muito forte entre a infecção com o T. gondii e o comportamento suicida, forte o suficiente para que novas pesquisas sejam feitas.
O suicídio é um problema sério de saúde pública: todo ano cerca de 10 milhões de pessoas tentam o suicídio, e cerca de 1 milhão consegue tirar a própria vida. Desvendar a relação entre a toxoplasmose e o comportamento suicida pode salvar muitas vidas.[Telegraph]

2 comentários:

  1. Olá meu amigo blogueiro!

    Adorei seu blog, você conhece o Egrana?
    Um sistema de publicidade inovador

    Paga R$:0,50 a cada 1000 visualizações únicas do banner
    Pop-Unders: R$: 2,00 a cada 1000 visualizações únicas

    Você pode fazer indicações e ganha 10% dos rendimentos dos seus indicados

    Olha eu uso e aprovo, um ótimo sistema, seus ganhos são atualizados a todo instante, painel de facil entendimento
    você pode cadastrar vários blogs e sites.


    Para se cadastrar acesse esse endereço: http://ads.egrana.com.br/indica/418

    Um bom dia!

    ResponderExcluir
  2. Só uma informação q faltou: gatos contaminados transmitem toxoplasmose até os 3 meses de idade. Depois o protozoário é absorvido pelo organismo. Então, se tiver um gato adulto, não há problema de contaminação!

    ResponderExcluir